[vc_row][vc_column width=”1/3″][vc_single_image image=”229″ img_size=”full” alignment=”center” style=”vc_box_outline”][/vc_column][vc_column width=”2/3″][vc_column_text]

Zico

Palestra, Talk Show, Presença VIP, Clinica de Esportes, Experience Day, Ações digitais, Campanhas Publicitárias, Videos.

[/vc_column_text][vc_btn title=”Contrate” style=”flat” shape=”square” color=”success” size=”lg” align=”left” link=”url:https%3A%2F%2Fwww.mvsports.com.br%2Fcontato%2F|||”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Arthur Antunes Coimbra, mais conhecido como Zico. Jogou no Flamengo, Udinese-ITA, Sumimoto-JAP, Kashima Antlers-JAP. Maior ídolo do futebol brasileiro na década de 80. Disputou três copas do mundo (1978, 1982 e 1986). No flamengo, clube que defendeu na maior parte de sua carreira. Zico marcou 508 gols (maior artilheiro do clube) em 730 partidas disputadas pelo time do Rio de Janeiro entre 1972 e 1989, considerado por especialista um dos jogadores jogadores do clube. Conquistou sete vezes o título Estadual (1972, 1974, 1978, 1979, 1979 Especial, 1981 e 1986), três vezes o Campeonato Brasileiro (1980, 1982 e 1983), a Copa União (1987), Libertadores da América (1981) e o Mundial Interclubes (1981).

Entre os anos de 1983 e 1985, Zico jogou pela Udinese, da Itália, onde marcou 57 gols, sendo 17 deles de falta, fundamento que executava com extrema habilidade e perfeição.

Em 1990, fora do futebol, Zico assumiu a secretaria de Desportos do Governo, onde criou a Lei Zico, que propunha a extinção do passe.

Em 91, Zico assina contrato de três anos com o Sumitomo, do Japão, para um trabalho de desenvolvimento do esporte no país. E os três anos se multiplicaram de modo que Zico hoje é Jico san.

No Japão o reconhecimento de um trabalho que ainda não terminou por lá. Zico quer levar a seleção japonesa a um nível de profissionalismo que possa colher frutos no futuro.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]